Saturday, January 5, 2013

Antigo Palácio de Cristal : história




Jardins do antigo Palácio de Cristal
Porto | Portugal

 
O Palácio de Cristal, jardins onde se situa o Pavilhão Rosa Mota é um dos espaços mais bonitos da cidade do Porto.


Falar do Palácio de Cristal é abrir uma porta do passado. Recordar a sua primitiva construção que não teve, nem tem relação alguma com a actual.



Palácio de Cristal | Exposição Internacional
Fotografia: C. Rocha
Revista O OCcidente (1879)

Inicialmente, a construção do edifício do Palácio de Cristal destinava-se à realização de exposições industriais, agrícolas e artísticas.

O edifício, inaugurado a 3 de Setembro de 1865 por el-rei D Luís (irmão de D. Pedro), era constituído por um grandioso edifício de granito, ferro e vidro, orçamentada em 108 contos. 

Media 150 metros de cumprimento por 72 metros de largura e era dividido em três naves. 

Ao fundo da nave central erguia-se um magnifico orgão, justamente considerado como um dos melhores do mundo e cujo destino se desconhece.

Palácio de Cristal foi ainda um importante espaço de cultura, e o órgão de tubos era dos maiores do mundo. Foi nesse palácio que se realizaram importantes concertos do compositor Viana da Mota ou da virtuosa violoncelista Guilhermina Suggia.


Palácio de Cristal | Porto, Portugal


A Nave


A 18 de Setembro de 1865 é realizada a  grande Exposição Internacional Portuguesa em que participaram mais de 3000 expositores nacionais e estrangeiros entre outros, franceses, alemães, britânicos, belgas, brasileiros, espanhóis, dinamarqueses e representantes dos Estados Unidos, Japão, Turquia, Rússia e Holanda. 

Depois desta, realizou-se a Exposição da Rosas (
1879) e a Exposição Agrícola  (1903) e a
Exposição Colonial (1934)

O Palácio de Cristal foi ainda um importante espaço de cultura, contendo um órgão de tubos que era dos maiores do mundo. Foi neste palácio que se realizaram importantes concertos do compositor Viana da Mota ou da violoncelista Guilhermina Suggia, virtuose conceituada a nível mundial.


Mas em 1933, a Câmara Municipal comprou o Palácio de Cristal e os seus terrenos e por deliberação da mesma, e com forte contestação dos portuenses, o edifício de 'Cristal' foi demolido em Dezembro de 1951, dando lugar a um Pavilhão dos Desportos que iria permitir a realização dos Campeonatos Mundial e Europeu de Hóquei em Patins, em 1952. 








Jardim das Rosas | Palácio de Cristal

A localização destes jardins sobre o rio Douro dá-lhe o poder de dominar um vasto horizonte que abrange parte da cidade do Porto e da vizinha cidade de Gaia (na outra margem do rio).

Esta magnífica vista panorâmica sobre o rio Douro estende-se da Ribeira até à Foz do Douro.

História

O Palácio de Cristal foi destruído em 1951, tendo sido erguido no seu lugar uma deselegante nave de betão armado. Esta nave continua hoje a ser chamada erroneamente de 'Palácio de Cristal', mas tal apenas se refere aos jardins do que restar do antigo palácio.



Pavilhão Rosa Mota
Jardins Palácio de Cristal
https://detrolhaaengenheiro.wordpress.com/

Nesta incaracterística calote semi-esférica de betão se realizou e1952, ainda com a abóbada incompleta,  o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, em que Portugal saíu vencedor.

Consagrado como  'Pavilhão de Desportos', foi rebaptizado com o nome de Rosa Mota (1990) em homenagem a uma das mais ilustres atletas portuenses.

Está em obras de requalificação que deverão dar-se por concluídas em 2013.

Os Jardins

O pavilhão está rodeado de belíssimos jardins, que possuem grande variedade de plantas, canteiros  de flores, e árvores centenárias como palmeiras, plátanos e tílias. São dignas de realce as longas avenidas da entrada ladeadas de plátanos e tílias.

Possui ainda um lago com a sua pequena ilha, múltiplos recantos verdejantes, miradouros, grutas artificiais.



Capela Rei Carlos Alberto | Palácio de Cristal


Ao fundo da Avenida das Tílias, encontra-se a capela que a princesa de Montléart mandou erguer em homenagem ao seu irmão, o Rei Carlos Alberto de Sabóia que viveu exilado no Porto. A capela de granito, apresenta linhas e adornos de influência italiana.


Inês Gil, 11 anos, 6C

19.01.07


*Nota: Este post fez parte de um projecto de introdução de ITC no currículo de Língua Portuguesa com alunos de 6º ano que levou à publicação de um blogue (2006-2007). 

As actividades da elaboração do blogue foram desenvolvidas em tempo lectivo. O blogue fez parte de um projecto de intercâmbio entre escolas europeias. O blogue foi descontinuado. Recuperados alguns dos temas mais interessantes.

actualizado em Janeiro 2013
Copyright © 2013G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com® 

Creative Commons License

Palácio de Cristal | Porto

O Ocidente: Revista de Portugal e do Estrangeiro (digitalizada)

2 comments:

Anonymous said...

Não imagina como gostei de ler este texto! Relembrar o verdadeiro Palácio de Cristal, ver a sua nave, saber um pouco mais da sua história.

Não conhecia a história da construção da capelinha que está situada na Avenida das Tílias.

Muito obirgado por tudo o que pude aqui relembrar e aprender.

Cumprimentos
João Sampaio

Gina Souto said...

Eu é que agradeço ter passado por aqui e deixar os seu comentário, João Sampaio. Lamento só hoje responder.

Este blogue tem estado parado, devido à falta de tempo. Mas terá mais actividades desenvolvidas pelos alunos.

O post dedicado ao Palácio de Cristal foi um projecto de uma aluna. Apenas teve o meu apoio para complementar todas as informações nele contidas.

Património que se perdeu, a bonita nave :-(